3p melhores sites Home 3p melhores sites
 
textos de luis mateus

Textos : 2019

Luis Mateus luis mateus

 
  » Textos «  
 
barra horizontal melhores sites
 

fusao de almas

Fusão de almas... (17~Maio)

Poucos nos tocam o coração.
Outras nos tocam a alma. São raros!
E mais raro ainda é a fusão de almas.
Forma-se então um vínculo inquebrável...
...que cria um equilíbrio místico entre ambas as polaridades...
...a tua e a minha!

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

o que deves esconder

O que deves esconder… (09~Maio)

Quem não sabe da tua vida não estraga, não difama, não faz juízos de valor. Protege a tua intimidade. A intimidade da tua família. Protege o teu núcleo duro da opinião dos outros que nem sempre é isenta. Protege a tua família dos olhares alheios pois não sabes o que esses olhares vão fazer com o que viram. Quem divulga os seus problemas, dramas, inseguranças, planos ou conquistas fica mais vulnerável aos abutres desocupados que querem apenas fazer da tua vida a sua ocupação. Não te esqueças que quem ouve um conto acrescenta-lhe um ponto e as pessoas são especialistas em acrescentar muitos pontos sem querer. Agora imagina os que o fazem por querer, por maldade! Acrescentam parágrafos inteiros!

Quem não sabe dos teus projectos não os copia, não os boicota, não impede que eles aconteçam.
E quando os teus projectos já estiverem de pé e na boca do mundo, então já podes comemorar ao lado de quem amas. Depois, enquanto os outros observam a vida que gostariam de ter, tu tens a vida que eles sonham.

Fizeste uma boa acção, ajudaste alguém? Então não te gabes disso. O que vais obter da plateia que queres impressionar são críticas pejorativas que te deixam com a imagem de “gabarolas”. Não há maior valor do que alguém se aperceber da tua bondade, do teu altruísmo pelos teus actos ou pela boca de outros, não pela tua. Tem outro sabor. Isso é humildade. Solidariedade e heroísmo não se apregoam.

A tua vida amorosa e a intimidade atraem os invejosos e os que estão de mal com a vida. Antes de mais é uma questão de respeito. Respeita-te e respeita a pessoa com quem estás.

O teu corpo. Evita fazer o mundo saber de todas as tuas debilidades corporais ou doenças. O teu corpo é algo teu, pessoal. Não o exponhas nem lamentes ao mundo as suas limitações.

A vida dos outros e segredos que te contam são para ficarem contigo. Podemos ter opinião claro, mas divulgar estes assuntos não é característica dos emocionalmente fortes, é dos fracos, dos “fofoqueiros” e dos desocupados. Não sejas um. Cuida da tua vida e não da dos outros.

E onde as pessoas mais gostam de dar a conhecer tudo o que deveriam esconder? Nas redes sociais. Aqui mesmo, no facebook. Quem não tem aquele amigo virtual que não tem onde cair morto, mas que posta no facebook dia sim dia não, jantaradas de naco de vitela e mariscadas de lavagante pra cima? Quem não tem aquele amigo ‘facebokiano’ que se separou recentemente e desancou o companheiro, expondo todos os seus podres? Quem não tem um amigo nas redes sociais que diz estar muito doente mas as fotos do facebook dizem que a praia esta semana estava um ‘must’? Isto para não falar dos que dizem ser primos do Santo António, do São Pedro, de tudo quanto é religioso, mas depois o que se vê no velhaco do seu mural do facebook é comentários xenófobos, de cyberbullying ou racistas? Quem não tem conhecimento de episódios maldosos de pessoas que se aproveitaram das fragilidades que nós próprios colocamos nas redes sociais?
Ah pois é…

Aprende que o silêncio é ouro.
Ergue um muro bem alto para que só os convidados da tua casa possam admirar o teu jardim. As línguas maldosas, os olhos invejosos e as mentes perversas… esses não os deixes entrar na tua casa ou na tua vida. Deixa-os antes na ignorância, na curiosidade e na sua fútil vida.

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

a beleza de uma mulher

A beleza de uma mulher... (04~Maio)

A verdadeira beleza de uma mulher pode ser vista de olhos fechados.
A beleza de cada um está no seu interior, no carácter, na simplicidade do ser, no coração humilde, no que dá ao próximo. É ser segura de si. É ser mulher de objectivos e não desistir deles.
Esta beleza rima com maturidade, é prima da exigência e filha da sinceridade.
Os olhos. Os olhos são o espelho da alma e do carácter. Se o interior for bom, o olhar saberá refletir a beleza interior, o poder escondido, o amor...
A mulher bela quer ser valorizada e conquistada, não dá o seu amor de bandeja ao primeiro caçador de prémios que apareça, nem a quem não lhe saiba dar o devido valor…
Mulher de verdade não é aparência ou vaidade, ela cativa pela atitude. Mulher bela é a mulher que faz! E o que ela faz, é o que a define.
É por essas mulheres que um homem se apaixona para a vida!
São essas mulheres que fazem um homem ficar!
São mulheres que marcam, mesmo quando já não estão entre nós!
São as que deixam legados à geração seguinte. Memórias. Histórias. Aprendizagens aos demais.
Este é o tipo de beleza que perdura uma vida inteira.
Mulher de interior belo, tem o homem que quiser pelo tempo que quiser...
Mulher de exterior belo (apenas), tem homem quando eles querem pelo tempo que eles querem...
Para algumas mulheres, o caráter está reduzido a uma mini saia, um decote generoso, maquiagem exagerada, um sapato de marca ou ambições inexistentes…
Ouros, sedas raras ou futilidades são brilhos que o verdadeiro homem não enxerga.
Ele enxerga o tamanho do teu coração. Os valores que moram lá dentro.
Homens de coração cheio, com “h” grande, os que sabem o que querem, não gostam de vulgaridade, preferem simplesmente... a simplicidade.
Pobres daquelas que acreditam ser a beleza exterior, a verdadeira beleza.

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

a vida é da cor que a pintas

A vida é da cor que a pintas… (29~Abril)

Dá cor à tua tela! Não deixes que pincéis cinzentos retirem brilho à tua vida, à tua tela. A tela é tua! Faz as pazes contigo e ama o quadro que quiseres pintar.
Deus só te dá uma tela em branco depois do arrependimento sincero, depois da introspecção, depois de perceberes que o caminho não está nem no céu, nem cá terra, nem nos outros, está em ti. Deus só te dá a mão se a quiseres receber.
E, com os primeiros passos que terás de ser tu a dar, então Deus dar-te-á a mais bela tela para tu pintares, com os teus sonhos, paz, e felicidade.
Quanto mais depressa perceberes onde está a tua paz e qual é a tua missão nesta vida, mais depressa acaba a tua penitência, a tua revolta, o teu mal-estar.
Se causaste danos, aceita a lei do retorno e aprende com ela.
Se fizeste o bem e não te reconheceram por isso, aprende que o reconhecimento está no dar e não no receber.
Nunca é tarde para pintares a tua tela, para seres feliz, para tentar o desconhecido, para seguires os teus sonhos, para começares do zero, para aprenderes, para ires mais além, para seres mais...
Não podes voltar atrás no tempo, mas podes começar agora a pintar o mais belo quadro da tua vida.
O quadro que gostarias de pintar está na tua resiliência ou na falta dela, está na atitude que não tomas…
A primeira pincelada custa, o resto o embalo ajuda.

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

lei do retorno

Lei do retorno... (01~Fevereiro)

Hoje dás, amanhã recebes...
Hoje semeias, amanhã colhes...
Hoje és o assassino, amanhã matam-te...
Hoje roubas uma lágrima, amanhã alguém te roubará duas...
Se está a ser mau é porque ontem plantaste pedras...
Se está a ser bom, plantaste flores...
Se iluminas o próximo, és iluminado...
Se não iluminas ninguém, vais ser apagado...
E é assim...
O juiz chamado 'Tempo' não te deixará ficar com dividas cá na terra...
O que dás ao mundo é o que levas contigo para o além...
A solene penitência nada te perdoa, tudo te cobra em vida!
Por isso, ama-te, ama o próximo, colhe o que plantaste ontem e vive um dia de cada vez...

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

a vida é uma passagem

A vida é uma passagem... (11~Janeiro)

É uma passagem, um bilhete que compramos quando nascemos. É qualquer coisa parecida a uma grande viagem que fazemos no maior dos comboios alguma vez construído. Nessa viagem que todos fazemos, os passageiros entram e saem da nossa vida em cada paragem, estação ou apeadeiro.
Há pessoas que ficam na nossa viagem muito tempo, outros vêm e vão sem darmos conta, uns marcam-nos, outros não... mas ninguém é de ninguém! Não há lugares reservados neste comboio, nem a viagem é eterna, nem eterno é o sonho que dela fazemos.
Após entrarmos no comboio, somos encaminhados para a carruagem dos nossos pais. Somos sentados ao colo destes e pensamos que a viagem será sempre com eles e não terá uma última estação. Mas não é assim! Os nossos pais em alguma altura, em alguma estação irão descer. Vão abandonar-nos e então provaremos a dor de ficar sem os passageiros que nos acompanharam desde sempre.
Outras pessoas importantes da nossa viagem também irão subir a bordo do nosso comboio em alguma estação. Esses passageiros importantes serão irmãos, amores das nossas vidas, familiares ou amigos.
Muitos dos que descem do comboio, deixarão um grande vazio nas nossas vidas e outros nem daremos por eles, nem saberemos em que estação saíram.
Alguns dos ocupantes que nos são mais queridos poderão ir em carruagens diferentes da nossa. E durante algumas estações ou para sempre, ficaremos separados. Por vezes esses passageiros voltam à nossa carruagem, outras não. Por vezes, espreitando para a carruagem da frente, vemos que eles acharam um lugar mais aconchegante que o nosso e por vezes voltam e outras não.
Conheceremos todo o tipo de passageiros. Amigos que nos deixarão saudades das conversas, das gargalhadas ou do apoio que nos deram nos piores momentos. Outros passageiros serão nossos parceiros de viagem, mas nos causarão dor e com eles aprenderemos grandes lições, para que a nossa bagagem seja maior ainda. Alguns, ocuparão o lugar do 'amor das nossas vidas' e com eles pensamos viajar muitas e muitas estações. Mas por vezes a realidade é outra e são poucas as estações sentados lado a lado. Passageiros haverá também, que só nas últimas paragens da sua viagem encontrarão alguém para estar sentado a seu lado, até que um deles tenha de sair.
Conheceremos pessoas todas diferentes. Umas boas, com bigode, óculos, barriga e cabelo grisalho, outras com bom coração, refilões, cabelos brancos e que não gostam de abraços. Outros, humildes, puros e simples, abandonarão o comboio cedo demais. Conheceremos seres com almas bonitas mas com feitios tramados ou outros que serão almas gémeas de nós próprios ou talvez não. E também teremos alguns passageiros ruins que nos fortalecerão a bagagem.
A viagem nunca pára! Só nas estações para mais saídas e entradas de pessoas, de sonhos, dores, vazios, alegrias e tristezas. A grande dúvida é que não sabemos qual será a estação onde teremos de sair, ou onde os nossos passageiros mais chegados terão de sair também.
Certamente, que quando for a minha altura de descer, vou ter saudades de alguns que vão continuar. Os meus filhos terão de seguir a viajem sem mim. Mas acredito, que de alguma maneira, possa saber algo sobre eles. Se chegaram às estações com que sonharam. As principais pelo menos. Se a viagem deles foi alegre e feliz. Ficarei contente se souber que começaram com pouca bagagem, mas que a foram ganhando ao longo das estações. Serei, já fora do comboio, um ser feliz, se souber que contribuí para a bagagem que transportam. Poderei sentar-me no apeadeiro em que saí e adormecer em paz se souber que a minha viagem fez sentido e que valeu a pena.
A graça da vida está nas chegadas e partidas. Com as partidas de quem nos é importante, com os que deixam o nosso comboio, percebemos que temos de valorizar o que temos, e o que temos tem de ser vivido com intensidade e amor. Com as chegadas de novos passageiros, com as vindas renovamos o nosso ser, aprendemos e aumentamos o nosso auto-conhecimento. O entendimento deste processo da vida faz-nos crescer e faz-nos sentir mais leves. Ninguém é de ninguém, nem os filhos são nossos! São de um Deus qualquer que nos emprestou essas belas criaturas por tempo determinado, para que possamos descobrir o auge do verbo amar... apenas!
Nós somos, as pessoas com que nos cruzamos em toda a viagem das nossas vidas! Somos um bocadinho de todas elas. Sobretudo as que nos marcaram pelas melhores e piores razões.
Que o lugar vazio que todos nós deixaremos, seja um lugar onde os que continuam a viagem, possam olhar com carinho, exemplo, saudade e boas recordações.

Luis Mateus

 

*** ! ***

 

e na dificuldade que se vem as pessoas

É na dificuldade que se vêm as pessoas... (06~Janeiro)

E de repente ou não, a tua vida muda! O inesperado bate-te à porta! O destino lembra-se de trocar todas as tuas voltinhas e mais algumas!
E de repente o destino, com o seu excêntrico poder, resolve baralhar o que já não estava muito arrumadinho e instala-se na tua vida o caos, a tempestade, as incertezas, ansiedades, dúvidas e mais algumas coisas que não contavas...
Geram-se nuvens sobre a tua cabeça. O futuro fica enublado, pouco perceptível. Não enxergas a estrada porque o destino colocou à tua frente nevoeiro. Muito nevoeiro. E pouco vês do que queres ver, do que tens de ver. Mas o nevoeiro passa. Demora o seu tempo, mas passa. A poeira assenta e tu consegues ver novamente. É uma questão de esperar.
Essa espera pode demorar mais ou menos. Depende de muita coisa, mas depende, e em muito, de quem tens a teu lado nos momentos maus da tua vida.
E é então na dificuldade que tu vês quem tens a teu lado.
Estar em dificuldades pode ser uma experiência com muitas surpresas...
Podes receber por exemplo um apoio de alguém que não esperavas com uma importância tal, que os teus nevoeiros começam a desaparecer aos poucos.
Podes encontrar alguém com quem pouco falavas e de repente deste conta que estiveste ao telefone seis horas seguidas que pareceram só duas.
Pode acontecer alguns dos teus generais de longas guerras, juntarem-se a ti e juntos soprarem o teu nevoeiro. Ou não. Depende. Também pode acontecer o oposto. Alguns dos teus mais fieis soldados soprarem o teu nevoeiro, mas na direcção oposta. Ou seja contra ti. E tu ficas com menos visão. Mais baralhado. Outros de quem esperarias apoio ou ajuda, poderão simplesmente olhar para ti e para o teu nevoeiro e não fazer nada. Estarão eles a rezar? Com pena? A desejar maiores nevoeiros? Só eles saberão.
Outros que fizeram ou fazem parte da tua dificuldade, irão dela falar como se de uma novela mexicana se tratasse, somando-lhe capítulos, retirando-lhe verdades, acrescentando-lhe excertos que por acaso lhes dão jeito.
Outros mudam o enredo da tua dificuldade porque simplesmente gostam de ver o circo a arder. Triste.
E ainda existem uns piores que aspiram ser os Reis ou Rainhas da peixaria do mercado do bolhão. Esses são seres que merecem apenas serem ignorados, tal é a sua educação, sensibilidade ou maldade.
Perdoai-lhes Senhor, pois eles das duas uma, ou tiveram uma educação pobre e não sabem mais do que mostram e nós temos de os entender e perdoar! Ou então são pessoas de mal com a vida, daquelas que só estão bem a ladrar disparates, a disparar contra todas as frentes, a pisar tudo e todos conforme a oportunidade. Mas o que essas pessoas não sabem é que, o que elas mais pisam é a própria dignidade. Mas isto só vale, só tem importância a quem importância dá à dignidade!
Não são palavras minhas, mas subscrevo-as na integra. Diz que no sucesso vês a quantidade dos teus amigos e familiares. E que na desgraça vês a qualidade dos mesmos. Verdade não é?

Luis Mateus

 
 
 
 
barra horizontal melhores sites
textos (2019) - Luist Mateus - Topo
© 2015 : : Carpeus : : Todos os direitos Reservados